Você está em: Home > Notícias > Últimas Notícias
Últimas Notícias

sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Governo de São Paulo anuncia gestor oficial do Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro e amplia Time São Paulo
Na manhã de sexta-feira, 20, a Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo anunciou o gestor oficial do Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro pelos próximos cinco anos: o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), organização da sociedade civil selecionada no edital de chamamento público. Na ocasião, foi assinado o acordo de cooperação entre a ambos e anunciado também a ampliação do Time São Paulo, equipe de campeões do paradesporto. 


Vista panorâmica da cerimônia de assinatura do acordo entre CPB e Governo de São Paulo. Foto: Thiago Alves

“Estamos liberando R$ 3,3 milhões e, com isso, o Time São Paulo vai de 56 para 60 atletas, e mais oito atletas-guia”, disse o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. Temos, hoje, um dos quatro melhores centros paralímpicos do mundo, junto com a China, Coreia do Sul e Ucrânia. Mas não basta ter essa estrutura, é preciso ser bem gerida. Fomos buscar a excelência do Comitê Paralímpico Brasileiro”, destacou o governador.  

A Secretária de Estado, Dra. Linamara Rizzo Battistella, saudou as “verdadeiras mulheres de peito do Brasil”, as mulheres do Remama, projeto do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo, em parceria com a Rede de Reabilitação Lucy Montoro e a Raia Olímpica da USP, que reúne mulheres sobreviventes do câncer de mama, tema do “outubro rosa”.

À frente do fomento ao paradesporto desde a concepção do Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro, em 2013, Dra. Linamara reiterou que o Governo de São Paulo está fazendo do esporte uma grande ferramenta de mudança e de inclusão social. “O sucesso no esporte se revela pelas medalhas e sobretudo pelas mudanças nesse processo, que fortalece a saúde e a indústria tecnológica do esporte, além de mudar a concepção dos profissionais da área. Estamos fazendo desse centro um grande fomentador da mudança do panorama do esporte, não só nacional, mas mundial”, enfatizou.


Dra. Linamara assina acordo com Comitê Paralímpico. Foto: Lincoln Yoshiaki

Ela destacou a presença e trajetória esportiva do atual presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro, Mizael Conrado, que conquistou a medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos em Atenas, em 2004, e foi eleito o melhor jogador do mundo para futebol de 5, em 1998. “Este centro representa um sonho de todos os brasileiros que moram em São Paulo, é a casa do atleta paralímpico. E o CPB vem inovar com tecnologia e boa gestão com bons profissionais. Queremos trabalhar com ênfase nos paralímpicos, mas também receber os atletas olímpicos e a sociedade para conviver com nossos atletas. Fechamos esse grande projeto assinando esse termo de cooperação e entregando a gestão para quem entende do assunto. Que toda estrutura trabalhe de forma sinérgica, porque esporte é coisa séria, feita por especialistas. O governo aplaude, dá apoio, ajuda no desenvolvimento e respeita quem sabe fazer”, ressaltou a secretária.

Dra. Linamara acrescentou, ainda, que o Centro de Treinamento conta com modernas instalações que sugerem um hotel cinco estrelas, e vem se configurando como o maior complexo esportivo desse país, e o mais bem equipado do mundo. “Construímos o melhor centro paralímpico do planeta. Governador, missão cumprida! ”, afirmou.

Com 95 mil m² de área construída, o Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro reúne 15 modalidades (atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, natação, esgrima em cadeira de rodas, futebol de 5, futebol de 7, golbol, halterofilismo, judô, rúgbi, tênis, tênis em cadeira de rodas, triatlo e voleibol sentado) e está dividido em 11 setores que englobam áreas esportivas de treinamento, hotel, centro de convenções, laboratórios, condicionamento físico e fisioterapia. O Centro foi, inclusive, local de aclimatação da delegação brasileira para os Jogos Paralímpicos Rio 2016.


Presidente do Comitê Paralímpico, Mizael Conrado, assina acordo para gestão do Centro Paraolímpico

O CT Paraolímpico tem o objetivo de fomentar o paradesporto brasileiro, criando condições para que seus atletas se destaquem nas competições municipais, estaduais, nacionais e internacionais, com ênfase nas técnicas avançadas e novas tecnologias.
O governador Geraldo Alckmin aproveitou a ocasião para anunciar a extensão do projeto do Time São Paulo. O programa foi iniciado em 2011 e, com o acordo, será válido por mais um ano, somando sete anos de parceria. O orçamento total do projeto subirá para R$ 3,3 milhões; em 2017, foram beneficiados 56 atletas e nove atletas-guia de dez modalidades diferentes. Com a ampliação, serão 60 os atletas contemplados.

O presidente do CPB, Mizael Conrado, definiu a celebração do acordo como “um grande marco para o esporte paralímpico brasileiro”. Como ex-atleta fez uma rápida ida ao passado e disse estar orgulhoso do atual momento. “Hoje nós celebramos o grande marco do esporte paralímpico brasileiro. Me lembro que quando era atleta, nós dependíamos de espaços cedidos e que na maioria das vezes estavam ocupados, pois lamentavelmente o Brasil ainda não tinha uma estrutura esportiva para atender a todos os cidadãos. Muitas vezes não treinávamos numa escola pois ela já estava ocupada por alunos e tínhamos que voltar para casa sem treinar. Hoje, além de termos o nosso espaço, temos o melhor espaço para cada um dos atletas. Nós temos o que há de melhor de centros de treinamentos do mundo. Estamos muito orgulhos de recebermos esse voto de confiança do Governo do Estado de São Paulo para que possamos gerir, zelar e desenvolver todas as ações dentro desse espaço. É um motivo de muita alegria e de muito orgulho ser merecedor dessa confiança do Governador e da Dra. Linamara, conduzindo o Comitê Paralímpico Brasileiro”.

?Ao final da Cerimônia de assinatura do acordo entre o Governo de São Paulo e o Comitê Paralímpico, o governador Geraldo Alckmin arriscou jogar tênis de mesa com atleta do Time São Paulo Paralímpico. Não fez feio.

TIME SÃO PAULO PARALÍMPICO
Iniciativa da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, o Time São Paulo Paralímpico conta com seleção de 56 atletas e 8 atletas-guia das modalidades: atletismo, natação, ciclismo, halterofilismo, judô, tênis de mesa, bocha, tiro esportivo e triatlo. A equipe é constituída por meio de parceria estabelecida, em 2011, entre a Secretaria e o Comitê Paralímpico Brasileiro, que confere suporte ao desenvolvimento esportivo de atletas de alto rendimento, vinculados ao Estado de São Paulo.


O governador Geraldo Alckmin arrisca jogo de tênis de mesa com atleta do Time São Paulo

Os critérios adotados para seleção da equipe são os resultados obtidos nas Paralimpíadas Rio 2016 e o potencial do atleta para participar das Paralimpíadas 2020. Em dezembro de 2016, a parceria foi renovada devido ao desempenho dos atletas nas competições paralímpicas. Em 2016, nas Paralimpíadas do Rio de Janeiro, o Brasil conquistou a oitava colocação no quadro geral, somando 72 medalhas, com 14 de ouro, 29 de prata e 29 de bronze. Desse total, 30 subidas ao pódio foram de integrantes do Time São Paulo Paralímpico, sendo 8 de ouro, 13 de prata e 9 de bronze.

Clique aqui para conhecer melhor o Centro de Treinamento Paraolímpico Brasileiro


 

< anterior    próxima >

Perguntas Frequentes
Governo do Estado de São Paulo
Governo do Estado de São Paulo