Voltar para lista de notícias

Governo de SP lança Programa de Desenvolvimento Paralímpico em Lençóis Paulista

São 100 vagas destinadas a professores de educação física das redes pública e privada, alunos de graduação do último ano de educação física e educadores que trabalham com práticas esportivas

junho - 2023

Nesta terça-feira (27), o Governo de São Paulo deu início ao Programa de Desenvolvimento Paralímpico no município de Lençóis Paulista, uma iniciativa das Secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e de Esportes. São 100 vagas destinadas a professores de educação física das redes pública e privada, alunos de graduação do último ano de educação física e educadores que trabalham com práticas esportivas. O projeto gratuito visa fomentar o esporte paralímpico de base e será realizado entre os dias 27 e 30 de junho.

Durante os quatro dias do programa, os alunos terão a oportunidade de receber a capacitação técnica, com conhecimento teórico e prático do esporte paralímpico nas modalidades de atletismo, futebol de 5, goalball, tênis de mesa, natação, bocha, ciclismo e vôlei sentado.

“O Programa de Desenvolvimento Paralímpico fomenta a importância do esporte para inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, e quando profissionais da educação física estão dispostos a se inserir nesse meio, eles criam um ambiente muito mais acessível e inclusivo para todos”, destaca a coordenadora do Paradesporto da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Mayra Barbosa.

As aulas acontecem na Associação dos Deficientes Físicos de Lençóis Paulista (ADEFILP), localizada na Rua Pernambuco nº 33, no Jardim Cruzeiro, em Lençóis Paulista.

As inscrições podem ser feitas pelo site https://paralimpico.com.br/.

Programa de Desenvolvimento Paralímpico
Parceria entre as secretarias estaduais dos Direitos da Pessoa com Deficiência e de Esportes, o programa, criado em 2021, fomenta e incentiva o esporte paralímpico através da capacitação técnica de professores de educação física das redes pública e privada, alunos de graduação do último ano de educação física e educadores que trabalham com práticas esportivas.

Já foram capacitados mais de 4,4 mil participantes em mais de 53 etapas realizadas no Estado de São Paulo. Atualmente em sua terceira fase, o projeto foi ampliado e passará por 40 cidades.