Voltar para lista de notícias

Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência assina capítulo de livro sobre a evolução do teletrabalho

Publicação foi lançada durante cerimônia de premiação às Melhores Práticas de Teletrabalho, organizada pela Sociedade Brasileira de Teletrabalho

novembro - 2023

fotografia colorida em plano fechado, mãos tocando teclado de notebookA Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEDPcD) participa do livro “A Evolução do Teletrabalho – Tomo V: Uma Visão Multidisciplinar”, publicação da Sociedade Brasileira de Teletrabalho (SOBRATT) lançada oficialmente na manhã desta quarta-feira (22), na sede da Ordem dos Advogados do Brasil/SP, na capital. O lançamento foi transmitido em tempo real, durante o 3º Prêmio SOBRATT de Melhores Práticas de Teletrabalho.

O secretário da Pasta, Marcos da Costa, e os assessores especiais Ignácio Poveda Velasco e Tania Casado, assinam o capítulo “O teletrabalho como possibilidade de Carreira para a Pessoa com Deficiência e Neurodivergente”, que aborda a inclusão das pessoas com deficiência ao mercado de trabalho, além de apresentar os desafios e as vantagens da implantação do teletrabalho, entre outros pontos.

O livro trata essencialmente de tentar decifrar e contextualizar a transformação e a evolução do teletrabalho e como fazer este modelo ir além de uma tendência, se tornando um braço essencial nas relações modernas de trabalho. Representante da SEDPcD na premiação e coautora do livro, Tania Casado destacou a necessidade de formação de líderes para ampliar o alcance e otimizar a adoções da modalidade de teletrabalho.

“A ideia do teletrabalho é fundamental para as todos. É preciso capacitar nossos líderes para que façam um trabalho de inclusão que acolha as pessoas com deficiência. As pessoas com deficiência têm total potencial assim como as pessoas sem deficiência, e é nosso papel quebrar paradigmas e barreiras sociais”, comenta Tania, que reforça a importância da parceria com a SOBRATT: “Uma coisa que é importante na parceria é que a gente tenha valores compatíveis. E a aproximação que estamos consolidando tem a ver com isso, com valores compatíveis”, diz.

Durante o evento, a assessora falou também sobre o novo programa promovido pela Secretaria, o São Paulo São Libras. Anunciado em outubro, o programa permite que servidores estaduais acionem intérpretes de Libras por meio de videochamada para facilitar a comunicação com pessoas com deficiência auditiva. A central foi implementada em todas as delegacias, com apoio da Secretaria da Segurança Pública, e será expandida para todos os serviços públicos estaduais.

Além do lançamento do livro, o evento abordou, em uma roda de conversas, outros pontos que integram a temática do teletrabalho, como otimização e produtividade, equilíbrio entre vida pessoal e profissional, tecnologia, saúde física e mental e implicações legais, econômicas e sociais que envolvem a modalidade.